Conheça um pouco de Nova York

--*--

Ao norte da rua 14, Nova York é recortada por um quadriculado de ruas e avenidas. As avenidas vão no sentido norte-sul e são numeradas de 1 a 12, começando a leste. As ruas vão de leste para oeste e cortam as avenidas.

Algumas avenidas têm um nome além do número: é o caso, por exemplo, da 6.’ avenida, também chamada de avenida das Américas. Além disso, muitas ruas, em Downtown são anteriores ao quadrilátero e têm nomes em vez de números. É o caso da Bleecker Street e Wall Street.

O Bronx é o distrito mais ao norte e o único situado no continente. Apesar da má reputação ligada à criminalidade (sobretudo na parte sul), ele engloba cerca de 20 Km’- de parques, entre eles o zôo do Bronx e o tranqüilo jardim botânico de Nova York.

O Brooklyn, na extremidade oeste de Long Island, é ligado a Manhattan por três pontes que passam por cima do East River, sendo que a mais conhecida delas é a Brooklyn Bridge. De cima dessa ponte, quer se esteja a pé ou de carro, é possível desfrutar uma vista excepcional de Manhattan e do rio.

Com mais de dois milhões de habitantes, o Brooklyn é o mais populoso dos cinco distritos de Nova York, e você terá muitas surpresas agradáveis, como o delicioso Brooklyn Heights Historic District (o bairro histórico), o Prospect Park (213 ha) e o Brooklyn Museum, localizado na East Parkway.

Queens. Situado em Long Island, a nordeste do Brooklyn, Queens é o maior borough de Nova York. A maioria dos turistas só passa por ele no trajeto dos aeroportos Kennedy e La Guardia, ambos implantados nesse distrito.

Seu nome é uma homenagem a Catarina de Bragança, esposa de Carlos II (1630 – 1685). Ali se realizam, todos os anos, os campeonatos de tênis do US Open, no parque de Flushing Meadow-Corona, que tem ao norte o Shea Stadium, feudo da famosa equipe de beisebol New York Mets.

Staten Island. Esse distrito permaneceu separado dos outro até 1964, quando foi ligado ao Brooklyn pela ponte Verrazano — Narrows. E o menor dos cinco horoughs, com apenas 380 mil habitantes, e apesar do crescimento imobiliário durante as últimas décadas, soube preservar uma espécie de independência campestre. Quando se referem a Manhattan, seus habitantes dizem “a cidade”. Também é possível chegar a Staten Island pelo famoso Staten Island Ferry, pagando somente 50 cents.